O ensino de português como língua de acolhimento a imigrantes e refugiados

17/10, sábado, das 15h às 15h50

O Brasil é um país de imigrantes. Povos que, desde o período da colonização e, principalmente na época do império no século XIX, em sua maioria, têm se mudado para o país para melhorar a sua condição sócio-econômica e, mais recentemente, em busca de refúgio. Entre os grandes centros urbanos brasileiros, a cidade de São Paulo é o maior exemplo de como os estrangeiros ajudaram e continuam ajudando a construir uma das maiores metrópoles do mundo. Os povos que chegaram à cidade – italianos, espanhóis, alemães, portugueses, japoneses, sírios, libaneses, judeus, gregos – principalmente a partir da segunda metade do século XIX até meados do século XX, foram sendo substituídos, a partir de 1960, por outros: sul-coreanos, camaroneses e povos latino-americanos – os bolivianos, colombianos, paraguaios, peruanos, haitianos, entre outros, todos em busca de trabalho. Situações mais drásticas em seus países de origem, como guerras, perseguições políticas, étnicas e religiosas e os desastres naturais têm trazido outros grupos de imigrantes para o Brasil: aqueles que vêm em busca de refúgio. Esses são os nigerianos, sírios, iraquianos, palestinos, congoleses, liberianos, paquistaneses, bengalis, entre outros. Além do trabalho, eles buscam a paz e a tranquilidade para si e suas famílias. Uma das condições para que esses dois perfis de imigrantes serem capazes de se integrar na sociedade brasileira é aprender a língua majoritária no país, o português. Esta palestra descreverá uma visão geral do ensino de Português para imigrantes e refugiados na cidade de São Paulo, bem como analisará a relevância de um ensino que se concentre, de fato, no acolhimento e na integração dessas pessoas e que possa prover-lhes não só o pão e a paz, mas também o respeito e a dignidade. (Com a Profa. Rosane Amado, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas)

Instituto de Geociências da USP

Rua do Lago, 562 – Cidade Universitária – São Paulo/SP – CEP 05508-080

Mais informações

Organização: Comitê Gestor e Executivo da Virada Científica

Local da atividade: IGc/USP - Auditório 3 (ciclo multidisciplinar de palestras)

Endereço: Rua do Lago, 562 – Cidade Universitária – São Paulo/SP – CEP 05508-080

Tipo de atividade: Palestra

Tipo de visita: Sessão

Data e horário de início: sábado, 17 de outubro de 2015, às 15h

Data e horário de encerramento: sábado, 17 de outubro de 2015, às 15h50

Classificação do público: Adultos

2 comentários em “O ensino de português como língua de acolhimento a imigrantes e refugiadosAdicionar comentário →

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado