Sirius, o novo acelerador brasileiro

17/10, sábado, das 10h às 11h

O uso de luz síncrotron, pelas mais variadas áreas do conhecimento, tem tido mundialmente um crescimento contínuo. Isso, em parte, se deve aos aceleradores de terceira geração, que com brilho muito maior, permitem novos experimentos e novas técnicas. O Brasil teve uma importante contribuição para o desenvolvimento da ciência na America Latina quando desenvolveu a tecnologia e construiu a primeira fonte de luz síncrotron no hemisfério sul. O Laboratório Nacional de Luz Síncrotron – LNLS, opera esse equipamento como uma facilidade aberta a usuários do Brasil e do mundo desde 1997. Apesar desse sucesso, a atual fonte de luz síncrotron brasileira é uma máquina de segunda geração, com baixa energia, alta emitância, e poucos trechos retos para dispositivos de inserção. A partir de 2008 o LNLS está engajado no projeto de um novo acelerador síncrotron, o Sirius. Ele será um equipamento de quarta geração. Será uma das maiores e mais complexas infra-estruturas científicas já construídas no país, e irá prover a comunidades de ciência e tecnologia com um equipamento no estado da arte, competitivo com os melhores síncrotrons já existentes ou em construção no mundo. Essa nova fonte irá permitir a execução de pesquisas avançadas que hoje não são possíveis de serem realizadas no Brasil. Nessa palestra, um panorama da evolução e situação atual do LNLS será apresentada, bem como as perspectivas futuras relacionadas ao Sirius. Visite web.if.usp.br/extensao  e inscreva-se no FÍSICA PARA TODOS

Instituto de Física da USP

Rua do Matão, 1371 – Cidade Universitária – São Paulo/SP – CEP 05508-090

Mais informações

Organização: Instituto de Física da USP

Local da atividade: IF/USP

Endereço: Rua do Matão, 1371 – Cidade Universitária – São Paulo/SP – CEP 05508-090

Local de referência: Auditório Abrahão de Moraes

Tipo de atividade: Palestra

Tipo de visita: Sessão

Data e horário de início: sábado, 17 de outubro de 2015, às 10h

Data e horário de encerramento: sábado, 17 de outubro de 2015, às 11h

Duração da visita: 60 minutos

Classificação do público: Jovens e adultos

0 comentários em “Sirius, o novo acelerador brasileiroAdicionar comentário →

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado